Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, Brazil

sexta-feira, 17 de julho de 2009



País de Gales depois da primavera

Vi um mar suspirando à tardinha
era um mar suspirando
à tardinha um mar

nada chorava e
todo violão adormecia só de cansaço

vi um mar à tardinha
suspirava como se suspirasse
à tardinha inarejando

se remexia o ar recém-ventado
re-inventado pelos suspiros do mar

vi à tardinha um mistério sem nenhum enigma
era um mar se espreguiçando por cima da areia


Rhoose 30.08.69

Ana Cristina Cesar

2 Comments:

Blogger Cito Rodrigues said...

Cadê você aqui?

4:15 AM  
Blogger Guyane/Brasil said...

Amei essa poesia me faz lembrar tardes vazias na beira do lago, bons tempos!

8:59 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home