Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, Brazil

quinta-feira, 10 de maio de 2007

Uma experiência poética... Presente para um amigo quase morto ou quase vivo...

Incógnita difícil de desvendar
Vem me consumindo há dias...
Ainda hei de destruí-la com meu mais forte sopro.
Não sei se é força.. Talvez suspiro leve.

Sente o tempo todo uma
Tristeza sem fim
Repete sem parar esta vontade de morrer
Ama o vazio, a melancolia, a solidão
Zela, com bastante afeto, a tristeza amiga de todos os dias
Zomba da morte... E a deseja!
Resiste à felicidade sem se dar conta de que é seu verdadeiro amor.


Querido, tem muito vida aí, coloque-a pra fora. Aqui, tem muito amor por ti.

"Hay que buscar un poco de la que te hace reir"

1 Comments:

Blogger Ivan said...

sinceros agradecimentos. uma contribuição para se construir a felicidade ou uma parte do caminho para acha-la.
grande beijo.

ivan

8:42 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home