Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, Brazil

quinta-feira, 19 de julho de 2007

Presentes do Ivan.

"O disco se arranha e se gasta, a cantora talvez esteja morta; eu vou embora, vou tomar meu trem. Mas, por trás do ente que cai de um presente para o outro, sem passado, sem futuro, por trás desses sons que dia a dia se decompõem, se lascam e deslizam para a morte, a melodia permanece a mesma, jovem e sólida, como uma testemunha implacável". (Jean-Paul Sartre)

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos."

"emprego em prosa
o pranto posto
pálido

sem prisma
sem metafísica

com uma
cor amarga

sinto frio!"

Ganhados de Maya

2 Comments:

Blogger Caroline Severiano said...

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos."


REPITO!

10:12 AM  
Blogger William Dubal said...

Adoro essa primeira citação que fez do Sartre. Belíssima...

5:22 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home